domingo, 9 de julho de 2017

Aventura em 10 cachecóis (7 e 8)

E, por fim, estamos nos aproximando do final desta aventura, tão colorida e tão cheia de significados, para mim. Ontem, finalizei o último cachecol da série, que juntamente com o nº 9, seguem esticadinhos secando ao sol. Assim, esse é nosso penúltimo post sobre estes dias de "trabalho"...





O número 7 foi tecido com um urdume que achei no meio de tantos fios, viscose e microfibra, infelizmente descontinuado. O azul clarinho deu-me a idéia de acrescentar como trama um fio da Círculo chamado Batik, ótimo, acrílico. A mistura dos dois materiais produziu uma peça muito macia, que foi tecida em pente 4. As lembranças evocadas aqui foram de algodão-doce; quando criança, eu simplesmente adorava e achava o máximo a quantidade de cores possíveis. Era uma festa quando podíamos ir a locais onde era vendido - diversão na certa! mais legal ainda era ver a máquina de algodão-doce funcionar - mágica!


Número 8. Tecido em acrílico Cristal e Fio Folia, da Círculo, um acrílico mais grosso e bem colorido, em pente 3. Achei um fio azul bic, acrílico/30 % lã, super macio (Lã Seda, da Pingouin). Bingo, combinação perfeita. Ao tecer, e não sei bem o porquê, sabores daquela bala Mentos de fruta vieram à minha mente. A embalagem atual é meio diferente, mas me lembro perfeitamente de comer (muitos) pacotes desta bala, simplesmente deliciosa. Aliás, minha preferida até hoje...

E assim, amigos, despeço-me por hoje, enquanto 9 e 10 aguardam-me para sua finalização. Na semana que vem, papos de groselha vitaminada e jujuba serão a temática...rs...

Até lá!


Nenhum comentário:

Postar um comentário