quarta-feira, 26 de outubro de 2016

Uma história de 6 tapetes (parte final)

E assim chega ao fim esta história. 6 tapetes, 6 padronagens, 6 possibilidades de execução de desenhos utilizando cores diferentes com o mesmo ponto - tela.

Para o último, resolvi usar o branco,o cinza e o preto, tentando fazer uma transição entre as três cores, sem me preocupar muito com a métrica de distribuição. Aliás, isso é que foi o melhor: aleatoriedade. Como resultado, obtive uma padronagem única, quase impossível de ser reproduzida, pelo menos por mim, pois já não me lembro como fiz exatamente, e assim, o gráfico abaixo é somente uma mera representação que não corresponde fielmente ao real desenho, mas se aproxima:




Tive alguns problemas com esse tapete após a lavagem; a malha cinza é de um tipo diferente das demais, sem elasticidade, e portanto, sofreu menos com o fator encolhimento do que as outras. Como resultado, a distorção aumentou consideravelmente nas regiões onde o cinza impera. Nada, no entanto que não pudesse ser rapidamente arrumado, e assim o fiz. O resultado segue abaixo, que ficou realmente bem legal:




E assim, termina aqui a saga dos 6 tapetes, dos quais vários já foram vendidos, comunico com alegria. Agora, uma nova batelada de modelos me espera, pois já foram solicitados...entre outros produtos e experimentos que estou conduzindo paralelamente...ufa...e com o fim do ano, é claro que tenho que me apressar!

Obrigada a todos que me acompanharam nesta aventura. E até a próxima!

sábado, 22 de outubro de 2016

Uma história de 6 tapetes (parte 5)

E finalmente, o tapete n° 5 ficou pronto, entre várias tarefas e outros acontecimentos. Conforme prometido, os tons de terra predominaram, em um padrão de tons de verde entremeados por marrom terra, para o urdume, enquanto na trama, predominou o marrom e o vinho.  No gráfico, o verde claro representa na verdade um verde água.
É possível perceber uma certa aleatoriedade na distribuição das listras, e foi assim que planejei, mesmo - nada muito certinho, e que também vai predominar no tapete n° 6.




Para finalizar, e como tem ocorrido sempre, nada como um bom crochê em toda a volta, que foi feito com o fio marrom, para dar aos tons de verde um destaque. Pessoalmente, achei bem interessante, e já está na loja, esperando seu dono!




E para o último desta série, a mistura preto, branco e cinza.

Até a próxima!

quarta-feira, 5 de outubro de 2016

Uma história de 6 tapetes (parte 4)

E finalmente, cá está o tapetinho n° 4. Desta vez, cores suaves e tons pastel, onde imaginei um quarto de bebê ou um ambiente suave e descontraído. Usei tons terminados em "inho", sabem? o azulzinho, o verdinho, o amarelinho e o rosinha, que combinados entre si, deram ao tapetINHO um ar bastante doce, típico das "candy colors":



A trama, muito simples, simplesmente é executada com duas cores para o urdume, uma em cada prego, e duas outras para trama, igualmente uma em cada prego. Como gosto de dizer, rápido, fácil e indolor:





Para o tapete n° 5, tons da terra: algo como vinho, tons de verde e marrom ferrugem...

Até a próxima!