sábado, 13 de fevereiro de 2016

Dos favos e suas surpresas

"Honeycomb" é uma padronagem em 4 quadros bastante popular, justamente por produzir texturas diversas, e formas que lembram "favos de mel". Tais texturas se mostram após a retirada do trabalho do tear - quando já lavado e encolhido, o tecido mostra "cavidades", como favos, realmente. Um aspecto interessante, tema deste post, é que tal padronagem pode ser feita sem muita dificuldade, em um tear de pente liço, como já mostrado por Jane Patrick em seu livro The Weaver´s Idea Book - Creative Cloth on a Rigid Heddle Loom. E foi seguindo a receitinha dela que resolvi montar um projeto para uma almofada, e o mais legal, resolvi fazer alguns videos do processo. Para quem quer montar o urdume no tear de pedal, cá está o gráfico, que fiz e está totalmente disponível para compartilhamento:

Como podem ver, precisamos de 3 quadros somente. No tear de pente liço, esta 3a. posição precisa ser obtida pelo uso de navetes ou réguas, que conforme mostrei nos videos, e em vários posts anteriores, é bastante simples. O fio também ajuda, e muito, na obtenção do resultado esperado. Aqui no Brasil nossa abundância de fios de algodão facilita demais a execução do Honeycomb, que responde lindamente ao processo (o algodão encolhe e portanto permite a formação dos "favos"). Acrílico e outros fios sintéticos precisam ser utilizados com certo cuidado, pois o efeito esperado  pode não ocorrer.

Para este projeto, utilizei o fio Barroco Maxcolor, em 3 cores diferentes: marrom telha, amarelo e marrom escuro. Executei dois painéis, somente trocando as cores da urdidura e alguns detalhes da trama. Ao final, o painel marrom ficou lindo (minha humilde opinião), mas o amarelo ficou "amarelo demais", o que escondia um pouco os "favos", deixando o urdume muito aparente.

À esquerda, o painel em marrom, com favos delineados em amarelo; à direita, painel em amarelo, com favos delineados em marrom escuro. É possível verificar o relevo formado em ambos os painéis.

Mas, como a tecelagem é cheia de surpresas maravilhosas, eis que virei o painel amarelo para ver seu avesso, e voilà!



O lado avesso era lindíssimo, sem favos, é verdade, mas cheio de flutuações horizontais que deram um aspecto elegante ao tecido, o mesmo não ocorrendo com o painel marrom: as flutuações , embora interessantes, tem cor muito próxima ao urdume, e portanto, não ficaram muito destacadas.



E foi aí que resolvi: uma almofada dupla face! ambos os lados de uma padronagem muito bacana, que fiz questão de ensinar a vocês. Para tanto, é só acessar meu canal no YouTube, e clicar nos links. Não se esqueçam que são 5 videos, ok?

https://youtu.be/k2aVCSPLf_A (parte 1)
https://youtu.be/VAL0DYWI4EY (parte 2)
https://youtu.be/EsqlpmeY1oE (parte 3)
https://youtu.be/3375i9BjGzI (parte 4)
https://youtu.be/T57CuCripHE (parte 5)

Até a próxima!

Nenhum comentário:

Postar um comentário