sábado, 30 de novembro de 2013

Jogos americanos em fio de malha

Entre um trabalho e outros nos teares de pente liço e de quadros, gosto de voltar ao básico, e brincar com os teares de pregos. Nas últimas semanas, resolvi fazer alguns jogos americanos com os vários fios de malha que tenho. Comecei combinando um rosa claro com um estampado, em um xadrez basiquinho. O tecido ficou bem consistente, do jeito que gosto, e uma vez retirado do tear, passei o ponto correntinha com um agulha de crochê grossa, e um outro tom de rosa, mais escuro, pelos quatro lados da peça:

 


Gostei da brincadeira, e resolvi agora combinar o rosa mais escuro das beiradas com o mesmo estampado:



Fiquei impressionada em ver como o estampado ficou diferente ao entrar em contato com o rosa escuro. Resolvi, então, combinar os dois tons de rosa, em um padrão "esteirinha", e fiz uma peça bem diferente das outras, mais divertida e menos romântica:




Por último, resolvi mudar de cor radicalmente, partindo para tons de verde e azul, em um padrão de "cataventos" ou "quebra-cabeças":



 
 
Após a lavagem à mão, essencial para acomodar os fios e definir o tecido, tive um encolhimento de aprox. 1 cm de cada lado, com um produto final de aprox. 30 x 41 cm. E coloquei à venda...alguém se habilita? é só visitar minha loja: http://www.juntandolinhasetrapos.elo7.com.br
 
Ótimos presentes de Natal!
 
 

sábado, 16 de novembro de 2013

Trabalhando com sobras - que tal um centro de mesa diferente?

Trabalhar com o tear de pente liço ou de 4 quadros normalmente envolve uma quantidade de fios que acabam indo para o lixo. Quando um trabalho fica mais curto do que o previsto, por motivos diversos (perda de tensão dos fios, acabou o fio da trama, cálculo mal feito do comprimento da urdidura, etc), você vê aquele tanto de fios e pensa: putz, e agora? jogo fora, ou o quê? normalmente tenho dó e acabo guardando em algum saquinho, sempre pensando: "bom, qualquer hora destas eu vou precisar disso". Não preciso dizer que o número de "saquinhos" que guardei ao longo dos anos é alto...
(Meu marido me chama de acumuladora...meu Deus...)
Desta última vez, a sobra de fios foi assustadora. Tinha um plano na cabeça, mas por problemas com o tear de pente liço que eu estava usando, acabei abortando o projeto no meio, e transformando uma bolsa em uma bolsinha. Ainda bem que deu certo e lá está para vender na lojinha da minha amiga. Aliás tenho uma foto aqui...

                                       Que por sinal faz conjunto com esta carteirinha:

 
OK. Resolvidos esses assuntos, fiquei pensando no que fazer com vários fios de barbante Barroco de mais ou menos 1m (exatamente, olha o estrago) que sobraram, e então resolvi tentar uma coisa diferente, no tear de pregos. Olhei minha forma que já estava montada para um projeto anterior, e olhei para minha caixa (ADORO o Armarinhos São José!) cheia de viés de algodão largo. Hum...
 
Para resumir a história, montei a urdidura no tear, utilizando os fios de barbante, e como trama, usei tiras de viés de algodão. Entre uma tira e outra, fiz ponto correntinha com a agulha de crochê, utilizando os fios de barbante. Lavei a trama, e coloquei um forro atrás. Passei costura reta na máquina, e pronto. E não é que ficou interessante? achei tão legal que fiz um PAP do processo, disponível no meu site, para quem quiser usar ou compartilhar.
 
Cá está o produto, que vai direitinho para mamãe:
 
 
Divirta-se!