domingo, 1 de setembro de 2013

Tapetinhos e mais tapetinhos...

Olá, pessoal, faz tempo que não apareço... estava, como sempre, experimentando. E, ao longo destas experiências, andei brincando de tecelagem com meus fios de malha, e um tear de pregos. Fiz assim alguns tapetinhos, que mostro aqui, e cujo passo-a-passo vai ser preparado e lançado no final de setembro. Por enquanto, algumas dicas da técnica:

Estes tapetes foram feitos em uma variação do que se chama ponto peruano, onde dois fios são torcidos um sobre o outro:

No meu caso, é uma variação porque acrescentei um terceiro fio. Este deve ser passado primeiro, por cima e por baixo dos fios da urdidura. Depois, por cima dele, é feito o ponto peruano com outros fios, conforme o desenho acima. Para o tapete rosa e amarelo, o primeiro fio é amarelo, e os fios que fazem o ponto peruano são rosa. Assim, temos um belo pontilhado de amarelo entre tramas rosa. A mesma técnica foi empregada para o outro tapete, em mostarda, laranja e areia. O fio inicial é o areia, e o mostarda e o laranja vão fazer o ponto peruano. Veja que cada carreira foi construida para que o fio laranja se destacasse, formando estes padrões em zig-zag. 

Um novo tapete está em construção, e agora estou usando o ponto peruano com dois fios. A idéia aqui é utilizar as cores diferentes em um padrão de faixas horizontais:



Estou aplicando o ponto peruano na mesma cor por duas carreiras, sendo que a torção dos fios se dá para lados opostos para cada uma delas. Comecei o trabalho de cima para baixo, então, para cada tom de azul, sigo este padrão: a primeira carreira da cor terá a torção de cima para baixo, e da esquerda para a direita, e a segunda carreira, terá a torção contrária, na mesma direção. Assim, as duas carreiras juntas formam um padrão de "tranças". Assim que terminado, posto novas fotos.Veja que retalhos de tecido também podem ser utilizados, formando uma trama diferente e fácil de fazer. E então, vamos tentar?

Nenhum comentário:

Postar um comentário